31/12/2009

SAMBA DE VERÃO



Você viu só que amorNunca vi coisa assimE passou, nem parouMas olhou só pra mim...Se voltar vou atrásVou pedir, vou falarVou dizer que o amorFoi feitinho prá dar...Olha, é como o verãoQuente o coraçãoSalta de repentePara verA menina que vem...Ela vem sempre temEsse mar no olharE vai ver, tem que serNunca tem quem amarHoje sim, diz que simJá cansei de esperarNem parei, nem dormiSó pensando em me dar...Peço, mas você não vemBem!Deixo então!Falo sóDigo ao céuMas você vem...Deixo então!Falo sóDigo ao céuMas você vem...

FELIZ VERÃO ATRASADO! :)

28/12/2009

Alguns bons momentos.

Alguns minutos que não voltam mais [1]
No próximo post fotos dos bastidores do espetáculo "O reino"










26/12/2009

Entendam de uma vez por todas: bailarino não tem dinheiro.
                   Tank's

23/12/2009

Por que bailarinas preferem sapatilhas velhas?




Quando compramos uma sapatilha ela vem cheirosinha e limpa...só que isso não compensa a maciez das sapatilhas anteriores. Quando um par de  sapatilhas é novo ele machuca o pé, endurecida, não se adapta ao movimento facilmente, enche o pé de bolhas mais que o normal...depois de algumas aulas a sapatilha vai se moldando ao pé da bailarina e  dói menos, tanto que sapatilhas não podem ser emprestadas à ninguém.
Suas sapatilhas são só suas e duram cerca de 6 meses à um ano ( as muuito fortes).
Atenção se você usou pontas com apenas 6 meses de aulas ou menos, você não é uma garota prodígio...sua escola provavelmente não se importa com sua saúde, é preciso que se tenha muita força muscular para assumir pontas.

A história das sapatilhas de ponta:
http://www.bailarinas.kit.net/Historia.htm

21/12/2009

Dores de ballet.

Na adolescencia é comum que os professores sejam rígidos e exigentes, exijam cada vez mais, os pais devem deixar que alunos se entendam com eles da melhor forma possível porque por mais contraditório que pareça bailarino se desenvolve na base da pressão essa é a mais rápida forma.
 É normal que se chegue triste ou desapontado vez ou outra, caso isso se torne frequente investigue, cheio de expectativas a cada novo ensaio, esse é o padrão...dores são normais, bailarino sente dor (e muita dor) 24 horas por dia, quando comecei a fazer aulas vivia a tomando relaxantes musculares para conseguir dormir mas as dores vão diminuindo de intensidade (mentira, o corpo acostuma).
A criança DEVE queixar-se de dores no osso que fica  "acima do bumbum" é fundamental que ela sinta isso, sinal de queos glúteos estão contraídos e protegendo a coluna, oriente sua filha em casa a sempre prender bem o bumbum e a barriga nas aulas isso faz uma mega diferença.
 As principais dores que sinto são:
Dor na musculatura das costas, dor nas pernas aparecem inclusive manchas roxas porque a musculatura não suporta tantas contrações musculares em curto intervalo de tempo e meu professor de biologia já me tranquilizou dizendo que é normal, outra dor comum é nas panturrilhas.
 Dor no abdome, aquela dor de quem faz abdominal e às vezes meus braços doem.
Essas são as dores que sinto ou algumas delas.
Enfim...espero que ajude em alguma coisa, se você dança e sente dor, está trabalhando de verdade...caso essas dores sejam "finas" ou "belisquem" procure um ortopedista.
Já me machuquei bastante e tenho dificuldades pra detectar isso devido à minha elasticidade, mas algumas áreas são fáceis de se descobrir, joelhos por exemplo, não é normal que o joelho esteja doendo, pode ser sinal de lesão e deve ser logo tratada. Dor no calcanhar, péssimo sinal, dor nos ísquios (ossinhos que parecem dois grãos de feijão quando sentamos)...e por aí vai.
Como diria minha maitrê: "Matem o corpo que a alma cresce!"
Não se preocupe ao fim do semestre suas dores são recompensadas =D

20/12/2009

Dançoterapia.


Como a maioria das pessoas expõem somente a parte difícil da dança, resolvi postar então uma boa notícia:


Balé serve de terapia para tratar problemas ortopédicosterça-feira, 21 de outubro de 2008
Thais Rozo
O balé clássico, apesar de ser uma arte, também é benéfico para quem não pensa em virar artista profissional. Além disso, ele ajuda na correção de problemas de saúde, como pés tortos e chatos.O problema do pé torto é muito freqüente em crianças de até 7 anos de idade, diz o ortopedista Carlos Alba. Se verificado o problema até essa idade, e não for caso de cirurgia, o exercício do balé para a musculatura consegue sozinho um ótimo resultado, diz o médico.Em outros casos, o paciente tem de fazer exercícios para os pés e também usar palmilha.A professora de balé Janaína Martinelli conta que várias de suas alunas começam no balé devido a problemas nos pés. Com os exercícios da musculatura em geral e o movimento de abertura dos pés, elas acabam não só melhorando o problema, como também a postura e algumas vezes até corrigindo desvios da coluna.Mesmo nos casos mais graves, Carlos Alba conta que o balé é um ótimo coadjuvante, para a preparação da cirurgia, por exemplo, e até para o pós-operatório, em que a criança deve se acostumar com a nova forma dos pés, e continuar mantendo o seu equilíbrio.O ballet também serve de aliado no tratamento de problemas nos quadris, nos joelhos e até nos desvios posturais como escoliose, hiperlordose e dipercifose (todos problemas relacionados com a coluna), que podem ser detectados durante as próprias aulas.

PS: retirei  esse texto do meu antigo blog que teve a senha roubada rs.



fonte:http://www.online.unisanta.br/2008/10-25/saude-1.htm
Durante as férias como não terei muita coisa sobre ballet pra postar vou postar uns artigos variados e algumas curiosidades...aceito sugestões!

17/12/2009

Tenho nojo...


Realmente não entendo... porque um bando de europeus que se diziam civilizados massacram golfinhos (em gestação também)...será que é porque abriam o ventre das índias na faca e agora acham que as coisas não mudaram??? que podem fazer tudo o que querem e não serão punidos?  um país que massacra animais marinhos sediar um evento sobre a importância do meio ambiente...o que eles vão dizer sobre o que fazem com seus golfinhos, focas e baleias???
Sabe o que eles vão fazer lá??? NADA. nada mesmo...porque somos uma geração alienada, acomodada e insensível,  daquelas que vê gente morrendo de fome nas calçadas e joga comida no lixo, muita comida diga-se de passagem...porque estão tão viciados numa droga de bife acebolado que não podem deixar de consumir carne pra diminuir a emissão de metano...ah como eu odeio ter nascido agora...essa gentinha ridícula que não sabe fazer um sacrifício, que não serve pra nada além de reclamar e dizer-se consciente tenho uma notícia: você é um hipócrita que diz se preocupar com o futuro dos seus filhos.
Daí surge àquela coisa ridícula de colocar mil filtros em chaminés, reduzir a produção...não vale à pena conter o avanço da pecuária sobre a amazônia e nem mesmo as emissões do desmatamento e do metano do gado...compreendo a posição da sociedade (mentira, tenho vontade de cuspir em todos vocês).
 Daí ficam dizendo: amo a natureza, prezo pelo ser-humano, morreria por uma causa. hey! Você é um (a) fracote que só enxerga o próprio umbigo e nem regular seu consumo e cardápio consegue e só consigo me envergonhar por isso...por ver um monte de artistas que se dizem sensíveis, conectados ou coisa assim brigando entre si por coisas banais e fofocando feito crianças de 6 anos de idade, tenho nojo do bailarino que   se diz apaixonado por dança e não respeita os próprios colegas, do pai de família que prega a crueldade animal, da mãe que ensina a julgar e de mim que não sei colocar pra fora tanta revolta.
 Pra falar a verdade eu nunca quis ser mátir de causa alguma aliás se parássemos com essa idéia ridícula e começassemos a pensar em coisas minúsculas as coisas teriam sido diferentes...basta derrubar um dominó pra fileira inteira cair...não se derruba isso com um machado, queremos ser tão revoltados revolucionários e "fodásticos" e não sabemos limpar nosso próprio quintal.
Francamente. Não vamos virar o jogo com mortes coletivas, gritos desesperados, pancadaria ou reclamações excessivas...olhe para sua casa e REGULE VOCÊ a economia, o clima e tudo mais...se isso acontecesse há meia década, não precisaríamos ver essa palhaçada na Dinamarca. Não estou defendendo organização alguma ou causa alguma, é só desabafo mesmo.
Goste ou não é MEU post.

13/12/2009

Finalmente...

Passei no teste!!! Enfim, nova fase com muita alegria  e um misto de tristeza pelas amigas que ficaram para trás...semana que vem estarei de férias e vou descansar  um pouco, passear...então, agora posso ficar bem tranquila porque meus pais resolveram me dar apoio incondicional (finalmente).
  Em caso de fracasso no vestibular poderei contar com um diploma de universidade particular para educação física e língua francesa..Mas agora é tudo lucro...tudo da maneira mais gostosa possível, o pior já passou e agora estou desfrutando de meu plantio.
Não tenho muito o que postar...só sei que estou bem animada, cheia de expectativas sobretudo em momentos bem felizes!!!  Estou parecendo uma criança que recebe a liberação do exame médico para a natação coletiva haha péssima comparação mas se você é um peixinho como eu entende!
Apaixonada pelo ballet como nunca, e o mais engraçado é que a cada semestre repito essa frase com mais convicção, só me resta fazer aulas, morrer de dor, ensaiar feito doida, sangrar pés e dançar feliz feliz feliz...estou patética não? Não me importo.

Me pisem, virem às costas...digam o que quiserem, eu não estou cabendo aqui dentro!!! \o/ Me sinto aprovada em HARVARD...

07/12/2009

Ano acabando...



Vamos começar outra vez antes que o ano acabe e com o fim venham todas as frustrações diante de nossos olhos, antes que veja que metade de suas metas não foram alcançadas...que seu en dehors ainda não é o dos sonhos de sua maitrê, que dançar ainda dói como no primeiro dia...
Antes que veja que as pessoas não sabem te interpretar mesmo que sejam profissionais nas letras, que pessoas se vão porque querem ir, mesmo sem seu consentimento, como o orgulho atrapalha a vida de todo o orgulhoso e como uma dose de amnésia resolve tudo.
Eu traço metas, muitas metas, pequenas...acredito nos detalhes, quero ser uma filha melhor, uma tia melhor, uma bailarina melhor, quero continuar sendo amiga, quero melhorar como tento todos os anos...a perfeição é utópica e por isso quero muitos outros anos.
Mas quero algumas pessoas de volta, algumas que fugiram, outras que se omitiram e outras que não entendem que são humanas passíveis de erro. Não quero o adágio perfeito, o maior developé ou um bilhão de euros: quero os meus comigo...se não for pedir muito, claro. Nada como uma semana bem dormida não é mesmo?


"Uma bailarina não pode ter muita coisa" By Lucas
Isso é fato, por isso não peço nada.

04/12/2009

resumindo...

Tão cansada! Graças à deus não estamos dançando em pontas nesse espetáculo, a roupa ficou meio "nude" haha pela cor e no segundo ato ainda fiz o favor de pegar o rosinha bem apagadinho. Muita gente ao mesmo tempo no palco. "O reino" conta a tragetória das 12 tribos, aquela do pentateuco...uma obra sacra com boa música e variação constante, nada muito parado, a qualidade dos bailarinos foi bem explorada e esperamos que dê certo.

Meu único mal é saber que quarta feira estarei de férias, me dói saber que não farei aulas por tanto tempo, só quem dança sabe o vício que é  estar com os colegas dedicadíssimos, dançar, alongar e tudo mais, acho que os momentos felizes em minha vida têm se resumido à ensaios coletivos e poucos outros...vou treinar muito nas férias (se passar nos testes).
E o vestibular...oscilo tanto, mas procuro não pensar nisso, estou apenas refazendo umas questões e lendo uns livrinhos úteis, fazendo umas continhas...coisas leves, que não me deixem irritada como antes.
Espero logo ter uma formação além da que estou buscando no ballet. Me incomoda ficar nessa mesmice de diploma...eu preciso de um ofício e logo, ao menos para estudar, nisso passar na federal seria ótimo, eu não ligo para a negligência ou as greves...quero apenas uma vaga, mas nada...se eu pudesse pedir um presente de natal seria esse (mesmo que eu não comemore) isso, tira meu sono.
Não era essa chata que posta aqui agora, é apenas uma fase.

23/11/2009

Tempo voa


Hoje li sobre história da música e dinossauros...e gostei de relembrar um conceito: Música Clássica’ tem sentido especial e preciso: é a música composta entre 1750 e 1810, que inclui a música de Haydn, Mozart, Beethoven e outros. As composições de outros autores, não podem ser consideradas clássicas. Ouvir Bach ou Vivaldi significa dizer que estamos ouvindo música barroca, se referirmos a Chopin, estaremos ouvindo música do período romântico. Se quisermos generalizar, pudemos dizer que gostamos de música Erudita...isso é mais válido entre os estudiosos de música mas é bom saber.
     Amanhã tiraremos as fotos de divulgação e bastidores do espetáculo de fim de ano da escola, e estou com uma espinha enorme no queixo, uau! Há pouco tempo estava toda preocupada com o novo método (Royal) e agora já fechamos o ano letivo?!? "Hoje o tempo escorre nos dedos da nossa mão, ele não devolve o tempo perdido em vão" (Engenheiros do Hawaí).
    Espero que o movimento "pró meia-ponta" dê certo, deixe-me explicar isso: como vamos dançar boa parte do espetáculo e está bem corrido pra ensaiar queremos dançar sem as sapatilhas de gesso em respeito ao público, que merece ver algo belo e não inseguro. Antes perfeição que status porque a própria perfeição produz um bom nome.
     Dia 5 as apresentações...nossa, hoje é dia 23! E dias 19 e 20 minha provinha de vestibular (ai ai ai). Eu só quero uma vaga, pouco importa a colocação, quero mesmo aquele curso (certeza) penso em tudo e a pior das hipóteses no mercado de trabalho me faria bem, não estou sendo medíocre mas temos que pensar nos melhores e nos piores resultados. 
    Não é pessimismo, mas se quero alguma coisa olho por vários ângulos primeiro!


Ah! não posso deixar de dar agradecimentos especiais ao Lucas, à Laurinha, à Suzana e à Manuela que estão me aguentando em todos os extremos da tensão pré vestibular. =D
"É assim que você é pra mim, como uma pérola que eu mergulhei pra encontrar." (F.B)

21/11/2009

Quase...



Apesar de não ser "profissional" na área gosto muito dos ensaios e das aulas...palco então.... UAU!! é muito bom, aprendo muitas coisas novas e presto muita atenção em quem tem experiência, é um laboratório...e quanta correria... chega no teatro 5 horas antes, não lancha, sem tempo, passa passa e repassa... ensaiar o ensaiado depois de muito ensaio, cochichar e passar com as cortinas fechadas..abrem-se as cortinas todo mundo nervoso....e eu calma kkkkkkkkkkkk... Calma no espetáculo porque nas aulas quase tenho convulsões para fazer um giro!!!! sou toda ao contrário...e isso me faz diferente! 


Depois da apresentação fotos, fotos, fotos...onde está o carro? ai ai ai sem senso de direção...lanchar depois de 9 horas sem comer nada em uma aeróbica louca o corpo nem sente falta, está "feliz" demais pra sentir isso, tremedeira...demaquilador (aliás aquele shampoozinho infantil amarelinho da Jhonson baby)...áqua quente...cama...ué? já amanheceu? tuuuudo de novo \o/ \o/ \o/ e é assim no mundo todo. COMO AGUENTAR TUDO ISSO? paixão!!!! só quem vive pra entender
Os ingressos estão praticamente esgotados, consegui pegar as minhas cortesias e achei um lugar, exatamente, um único lugar para a sessão das 20:00h. Não será um Ballet de repertório como esperava (anciosamente). Minha turma vai participar de boa parte do espetáculo, é muita informação. Estamos querendo muito dançar na meia ponta, primamos pela perfeição e não pelo status. Bem, independente de crenças vai ser lindo, teremos ballet clássico de verdade, diferente da montagem da mostra que foi coreografia crua.
 A avaliadora vai estar no espetáculo e os testes serão dias 7 e 8 de dezembro, a nota vai sair na hora (ai ai ai). Terça temos uma sessão de fotos e eu comi brigadeiro ontem, estou sem nenhuma espinha e espero que não me apareça nenhuma.  Tomara que o movimento pró meia ponta dê certo porque estamos bem inseguras com as duas sessões, de qualquer forma a escola conhece os nossos limites.
 Agora, precisamos ralar em dobro porque o público merece respeito, seja na sessão das 18:00 ou na das 20:00.

20/11/2009

Hey garotinha...




Você tem apenas 18 anos, lembre-se disso.
Antes que definhe, antes que morra, antes que pire, antes que vire outra.

17/11/2009

Calor violento!



Pulei o dia todo com minha sobrinha de 7 anos, tomando sorvete com a música nas alturas (Olivia Ruiz) e agora dor de cabeça e tez vermelha.  Pior é a consciencia pesada por não ir ao ensaio...fico com o coração na mão quando falto a um compromisso principalmente um que adoro, mas não vai dar pra ir mesmo: digo uma "intoxicação solar?"
Fiz um resuminho fofinho pela manhã com acontecimentos diplomáticos importantes da "Revolução Francesa" até a "Queda do Muro de Berlim" 200 anos de história hoje...fui para casa por causa do maldito calor...acreditem estava insuportável, a plenas 10 em horário de verão o sol estava ardendo, o motorista gritou: "passa aê branquela" por mim tanto faz desde que parasse pra eu ir embora! Amo dias em cinza e aquele friozinho, o frio queima só o rosto, o sol queima tudo.
Minha cabeça está  latejando, ah como eu odeio calor! Desculpem às reclamações mas esse blog pertence a uma pessoa normal. Espero que a temperatura caia pelo bem da humanindade (lê-se meu, meu todo meu). Estou mais tranquila quanto ao teste de Ballet, faltam 38 dias para o vestibular e ao menos no primeiro dia  sei que vai dar certo, se eu for muito sortuda vão priorizar química, biologia, filosofia e arte no segundo dia...
Torcendo pra que meu pai desista da viagem ou me "abandone" com minhas primas. Agora vou indo ou vão me taxar de chatinha por causa dessse post [ironia]e isso realmente me preocupa[/ironia].
AU REVOIR!

14/11/2009

Cuspindo palavras.



 "Pessoas fazem coisas malucas" (House). Sim o ser humano é complexo e se força a fazer  coisas bizarras quando as situações fogem ao controle, elas fogem como bichos  acuados que não podem fazer nada por não conseguir expressar o problema...que morrem por não conseguir dizer "não quero estar morto amanhã."
 Quando a loucura passa elas se perguntam se deviam ter feito de modo correto ou deviam ter começado. Amelie Poulain é genial em sua trajetoria "Dom Quixotesca" é movida por uma amor intenso pela humanidade e decide ajudar aos outros com pequenos gestos...Amo  aquele filme aliás devia ter visto ontem me faria outra pessoa de novo, como quando leio Dom Quixote a cada vez me into bem, porém, um bem diferente do outro.
Me perguntava o que levou Emma Bovary à morte (não li), toda a pressão que a sociedade exercia sobre a mulher  e sua "roupa alva", imaculada, não foi a principal causa, as dívidas foram apenas o "estopim" para a tragédia o que contou foi a ambição de Emma, tudo o que ela era não cabia naquele mundinho de aparências e mediocridade enfim...o mundo particular de Madame Bovary a asfixiou...em resumo recebi essa resposta de meu amigo Lucas (se entendi bem). Mas e se ela tivesse fracassado em sua tentativa e perguntassem à ela... qual seria a resposta? "eu não sei!"
Aliás, poucos sabem as pessoas não sabem de muita coisa, dizem saber mas não sabem...não quero dizer nada, nem que se conclua nada estou só despejando as coisas que penso nesse minuto. Então não busque coerência nesse post que provavelmente será apagado depois. E se Emma tivesse fugido para a Austrália com um velho rico e herdado tudo? ok parei mas penso em quanto queria que as coisa fossem mutáveis, menos impossíveis.
O que seria de mim se Ekaterina Maximova, Bethoven, Maria Taglioni, Edith Piaf tivesses desistido? teríamos a glória do Bolshoi, do Kirov? iríamos amar ballet, música clássica e música francesa? se os primeiros filósofos tivessem desistido, a física existiria? (não!)E se Joule, Coloumb, Newton e Einstein tivessem se calado??? E se Machado de Assis tivesse ficado chateado com sua fragilidade física? se Pessoa fosse embora para sempre ou Saramago tivesse se indignado com "intelectuais" que o criticam até hoje pelo recebimento de ajuda do governo para manter seu centro cultural? Quando digo tudo isso encaro a covardia como vexame. Nada a declarar...au revoir!

11/11/2009

Ando tão à flor da pele...

Ai gente socorro! o teste Royal está enorme e não terminaram de nos passar tudo, o que me dá mais medo é fazer uma prova para um nível bem além do meu...estou muito apreensiva, só de falar nisso já me dá vontade de chorar. E pra piorar tudo tem o vestibular, estava até tranquila  mas hoje a tensão chega ao auge, dá vontade de largar tudo, fugir pra longe, mudar de identidade e começar tudo de novo!!!


 Numa sensibilidade extrema, chorando com novela e rindo de comercial...tudo em demasia. Comendo demais, sem paciência demais com a matéria, não tenho assistido a tantas aulas elas me irritam, tudo mesmo me faz querer chorar é incrível. Queria tanto que essa parte acabasse logo...não o teste de ballet que quero curtir cada segundinho como se fosse o último mas queria fazer  a prova da UNB e passar de uma vez.




A palavra CHORAR aparece repetidamente aqui e expressa meu desejo de agora e reprimido desde sempre. é um momento intenso onde se coloca tudo para fora mas não é tão fácil quanto parece...eu oscilo entre uma segurança soberba e um desamparo infantil principalmente porque tenho sido irresponsável no cursinho apesar de tirar notas legais, refazer muitas provas e tudo.


Fico pensando tantas coisas do desespero que foi não ler meu nome na lista da última vez. Quero tanto entrar lá nem ligo se acaso meu curso fosse o mais baixo (o que nem de longe foi) eu poderia ser zoada pra sempre e nem ligar, só preciso de uma vaga e logo!
O pior é que tem gente na museologia esperando e quero estar lá com eles. Francamente passar no teste de ballet por mais contraditório que possa ser não me faria NESSE MOMENTO mais feliz ou ao menos contente sem minha vaga na federal.  Enfim, quero ver o que há naquela prova!
E por favor! não digam que vai dar certo porque essa expectativa que tenho em cima de mim por parte das pessoas está me matando há anos. Meu coração parece querer saltar pela boca.



08/11/2009

Tensão pré teste...




Que eu tenha a força de uma ginasta, a improvisação de uma atriz de teatro e a graça das mocinhas francesas, que meus braços sejam sutilmente arredondados formando uma linha com o corpo magérrimo. Memória de elefante para lembrar de todas as sequências com respirações e posições de braço... que meus pés estejam articulados e meu pescoço grande sobre os ombros baixos, e a barriga super encolhida...que eu não tenha glúteos visíveis naquele dia. 
Que a música entre pelos poros e não pelos ouvidos e desencadeie cada estímulo nervoso para que meu corpo dance durante todas as horas de teste, minha face esteja relaxada e que a avaliadora encontre harmonia entre a expressão, o corpo e minha dança.
Que meu coque esteja bem amassado e puxado esticando até mesmo os olhos, minhas meias perfeitas e minhas escápulas flutuando sobre o decote redondo das costas. Que meus giros sejam precisos e firmes,  pernas fortes como as de jogadores de futebol e minha postura elegante como de uma rainha sem mal de Parkinson que sabe usar espaços...caso contrário:eu reprovo! rs.
E como se diz nos batidores: Merdaaa! \o/



04/11/2009

Ajourd'hui nous...


9 de fevereiro de 2009, essa foi a data de meu primeiro post neste blog e quanta coisa aconteceu desde então expectativas vindo e indo, feridas melhorando e voltando com toda a força. Expectativas frustradas e boas surpresas, traições e alianças novas...ano movimentado e agora já estou em novembro com 24 seguidores! Uau "o tempo não pára."
Já se pensou como uma causa perdida? Como se bang's e bum's fragmentassem a alma a cada segundo te fazendo sentir indignação por algo que nem fez, uma pressa absurda e um medo de que tudo acabe depressa. Se sentir frágil como se um buraco nunca pudesse ser tapado...eu não sei se consigo descrever aqui o que sinto não é uma dor aliás não é nada estou bem vazia e me acomodei nisso. Sem vagar em direção alguma procurando ninguém, apenas parada esperando por não sei o que ou quem sem querer que chegue.
Pode ser carência, Tpm, tensão pré-vestibular e tantas outras coisas. O fato é que não sei se todas essas coisas me fizeram crescer de fato se tão pouco me fortaleceram, estou dura, me decepcionei tanto que há espaço pra uma e mais ninguém por mais que eu queira e me passam coisas pela mente que não consigo colocar pra fora quanto mais aqui.
Não sou o melhor nem o pior ser humano, aliás é como se estivesse presa num prólogo que nunca acaba e o poeta malvado teima em alongar-se mesmo que insuportável a leitura. Eu só quero passar no vestibular e ter um diploma...é pedir demais? não sei.
Quarta-feira, um sono irritante e uma dor de cabeça que não vai embora o que vem depois?

28/10/2009

Rotina.


Quando vejo alguém que vai bem na diagonal peço logo uma dica, um bom aluno geralmente sabe transmitir bem (ao menos na dança) e isso é importante, aquele sentimento de admiração pelos melhores. Já pensou se todos os bailarinos resolvem ser bons ao invés de ficar se lamentando? Daí nasce um Kirov, um Bolshoi quem sabe um Royal [;)] se for pra concorrer tente de forma limpa sabe? é tão mais saudável.
PS:chorar resolve... mas tem que ser muito, até desidratar viu:?
Mas é tão feio ver um adulto invejoso! Os que se contêm são suportáveis mas os piores são aqueles que colocam defeito em tudo e nunca estão contentes com nada que seus superiores decidam, isso é frustração pessoal por não ser um superior ou rebeldia adolescente reprimida? porque eu não entendo sério mesmo! Quando alguém é bom a gente cola nele e absorve até ficar pelo menos simpático, isso é inteligencia!
Vou contar meu ponto fraco. Não tenho muita força, tenho elasticidade, físico e talvez uma graçazinha mas força? nenhuma e como disfarçar? melhorando os detalhes, é de detalhes que se faz ballet então sejam bailarinas boazinhas e não permitam que os detalhes passem enquanto se olha o apuro alheio sim? =*

24/10/2009

Sobre pessoas que fogem:

Gosto de pessoas prestativas, acho que ser prestativo é o mínimo que todas as pessoas sobre a terra devem ser, e isso sem ficar esperando reciprocidade, só o fato de eu estar aqui sentada digitando isso me entrega: diz que sou hipócrita e estou furiosa.
Estou sim, talvez não furiosa mais cansada de me dedicar por desejo de "consideração" eu me engano achando que isso se chama "gostar de servir" mas não é verdade... tudo o que fazemos desde cedo tem uma consequência que vai desde punição até presentes e nesse caso às pessoas te ouvem pra que quando estejam mal você escute o que elas têm a dizer... te dão atenção para receber atenção e nem percebem isso.
Ser prestativo não é fazer as melhores coisas, é fazer alguma coisa. Nem que seja responder 'não posso agora' aliás um bom modo de ser decente é dizer o que tem que ser dito e não ficar correndo. Amo ver pessoas que têm a coragem de me dizer "não te aguento mais" assim se fizeram algumas de minhas amizades, até pessoas que só convivo tem minha consideração quando são sinceras.
Prefiro que digam na cara sabe? é muito feio fingir as coisas. Ou se você é forte, suporta as semanas ruins de seus amigos e os conforta mesmo que pareçam chatos e grudentos...as pessoas se "chutam" com tanta facilidade que me assusta, se ignoram, se pisam! (talvez por isso eu sempre prefira me isolar)
Então se você tem alguma queixa diga-me! porque eu te diria gostasse ou não, só por favor não seja falso comigo porque isso é muito feio...e não há religião que limpe isso.
Como se o que eu escrevesse aqui resolvesse o problema.

21/10/2009

Bastidores quase intensos

























*Foto de chinerinas, que são usadas para forçar as pontas.

Os bastidores agora voltam a ser intensos, eu fui relaxada no primeiro semestre por causa do vestibular e agora estou pagando por isso. O ensaio de quinta feira passada teve consequências por 3 dias. Pulamos corda, saltamos muito e nos contorcemos em dobro naquele dia. O professor disse: "agora vocês estão em um nível que ou vão para sempre ou ficam para sempre!" (kkk).
Quando saímos das cãibras da meia ponta para as pontas mal sabemos os calos que nos esperam, meia ponta é aquele movimento que sua priminha sapeca faz com os pés para alcançar um objeto no alto, pontas se faz arqueando os pés, como na foto acima (a da chinerina preta), é assim que ficam os pés dentro das sapatilhas de ponta (gesso).
Não vamos mais dançar de sapatinhos de carácter *_* vamos em pontas mesmo =) então posso ir me despedindo dos pés lisinhos em breve estarão esfolados outra vez e unhas ficarão escuras de novo...mas as cortinas se abrem e a gente espera.
As aulas estão puxadas e longas, mas estou bem animada, estou gostando muito do rodízio de professores, a gente aprende a lidar com os diferentes tipos e o atual é bem agradável.
Tenho consciência de que tenho que ser mais responsável que nunca agora tanto nos estudos de dança quanto nos de vestibular que espero que dêem certo.
TUDO DANDO CERTO ESSA SEMANA.

15/10/2009

Mulheres lindas e retas!!!











Tenho visto há um tempo bailarinas se queixando de falta de peitos...eu nunca liguei pra isso, aliás tenho a concepção de que seios se desenvolveram para guardar leite pro filhote. Mas já que se perpetua o mito do tamanho associado a potência vou postar fotos de algumas mulheres lindas, retas e famosas.
Olívia Ruiz, Fernanda Torres, Kate Hudson...já que a mídia manda tanto porque elas não se renderam mesmo trabalhando por lá? E por que não foram demitidas?
SIMPLES: ELAS SÃO LINDAS E COMPETENTES...não sejam bobas cada uma tem seu biotipo, mas caso se incomode você pode fazer uma CIRURGIA.
Há mulheres lindas de seios grandes e outras lindas de seios pequenos, cada qual com seu perfil.
Não caiam nesses papos machistas, nós tanto lutamos por "liberdade sexual" e agora vamos deixar que nos digam que somos piores porque temos pouco? Ah me poupem vai!

E a diversidade? o conteúdo? onde ficam...sabe porque relacionamentos são relâmpagos:
"Padronização do erotismo" e isso mata. LITERALMENTE
Postei uma foto de um casal do American Ballet Theatre...estão juntos há anos, são completamente devotados um ao outro, trabalham juntos e são parte dos melhores bailarinos...Ele é menos homem porque a esposa é reta???
O bebê que eles já tiveram saiu prejudicado porque a mãe não tinha seios? (não, mesmo) Ele é um falso?
Não, ele ignorou os padrões ditados...sabe que há mulheres com lindos decotes por aí mas que um corpo não se faz de decotes, e um decote sozinho não faz verão (kkkkk).
Não quero ser machista aqui, mas é que minha geração já está sendo machista entende? e acham que isso é ser despojado, bonito...é bonito? bonito pra mim é ver coisas diferentes em harmonia, o resto é:
CHATO!
Então se seu namorado, ficante sei lá se queixa disso: mande procurar outra, ele não gosta de você! É a pura realidade...sorry, ele é um fútil que quer as garotinhas da revista...recorte uma e dê a ele de presente. Não se desgaste tem tanta gente legal lá fora.
E não me venha com aquela de que são excitantes: tem um monte de revistas masculinas lá fora com mulheres retas!

12/10/2009

NUTCRACKER

Bem, sou apaixonada pela infância e por tudo que ela representa apesar das injúrias e de toda lavagem cerebral que as crianças sofrem principalmente neste século (e os pais aplaudem rs). Hoje vou postar sobre o "Quebra-nozes" um ballet que apesar de natalino marcou minha infância e até hoje é meu favorito, sem contar que fazer o papel de fada açucarada é meu sonho de verão, inverno primavera...kkkk Apreciem!
ATO I-
Clara Stahlbaum, recebe em uma festa de natal de seu padrinho Herr Drosselmeyer, um boneco quebra-nozes, em forma de soldadinho. Mas essa não é a única surpresa, ele mostra às crianças bonecos "vivos" e brinquedos que fez em sua oficina.
Ao terminar a festa, todos vão dormir, mas Clara não consegue parar de pensar em tudo que havia acontecido naquela noite. A menina volta à sala, para ver seu presente e acaba adormecendo. Sonha com um exército de ratos invadindo a sala, e para defende-la, um exercito de soldadinhos de chumbo comandado pelo Quebra-Nozes. O Rei dos Ratos fere o boneco que ,desarmado, está prestes a perder a batalha. Nesse momento, Clara atira sua sapatilha no Rato, salvando o Quebra-Nozes.
Clara sente a presença de seu padrinho, e magicamente o boneco é transformado em um belo príncipe. Ela é conduzida ao Reino das Neves, é nessa parte que aparecem os tão famosos "floquinhos de neve".


ATO II-
Ao chegar ao reino dos doces com o príncipe é recebida com honras, pois o salvou dos ratos!
A fada açucarada mostra-lhe então doces de diversas regiões em agradecimento esses são conhecidos no libreto como "divertimentos" e são representados pelas danças espanhola (chocolate), Árabe (café) , chinesa (chá) , russa (marzipam)...
Depois temos a dança das flautas de bambu e a famosa "VALSA DAS FLORES" que quase todos por aqui já ouviram um dia...garanto!
No final a Fada Açucarada e o Príncipe dançam o grande Adágio (que é lindo).
A menina começa a ficar sonolenta, retornando a um sono profundo. Quando amanhece Clara é encontrada pelos pais dormindo ao pé da árvore de Natal, abraçada ao quebra-nozes.
****NADA PAGA UM QUEBRA-NOZES BEM DANÇADO E NADA CONCERTA UM DANÇADO DE QUALQUER JEITO. ;)


PS: essa é a capa do DVD com a melhor versão, a de 1982 do Royal Convent Garden (minha opinião) e já vi muitas desde criança viu? rs Eu tenho esse e não me canso de assistir, Lesley Colier é brilhante, sem contar os divertimentos que são maravilhosos!
E sobre o Autor! (Piotr Ilitch Tchaikovsky )


10/10/2009

Sem pé nem cabeça.


Não tem jeito, eu não consigo (ainda), sei que pode até não dar certo...mas acredito!
E por mais que esteja cansada de lutar e lutar e lutar sem ver nada, ainda acredito e isso me irrita. Me irrita o fato de eu não ter desistido de mim, de quebrar a cara e acreditar nas mesmas coisas, de dar a maçã maior aos outros, de ser idiota a ponto de acreditar que as pessoas mudam.
Me irrita e muito...e por mais que esteja exausta não posso mudar isso. É como se eu não quisesse que me abandonassem mas estivesse me deixando pra lá. É muito fácil ser ousada quando se é protegida por todo mundo, mas e se eu fosse bem sozinha? Seria a mesma pessoa?
Tenho amigos fortes e os admiro por isso, eles aguentam meu mimo pedante e me dão boas broncas. Os admiro pelo modo como vivem, pelas coisas que falam, pelo que são independente das merdas que fazem, como são tão diferentes entre si...cada um deles é um personagem que dá vida a minha historinha, que talvez só exista e minha mente.
Acredito sim naquela coisa idealizada de amor, por mais que quebre a cara um bilhão de vezes sei que vou encontrar alguém legal mesmo sendo inteira, não tenho a mínima pressa, ainda acredito em felizes para sempre, construído a duras penas mas acredito eu vejo isso muito bem.
O problema é que as pessoas perderam o senso, elas não sabem mais idealizar um ao outro, querem alguém perfeito, sem mácula, com rosto de atriz e humor de diva. Ou simplesmente desistem na primeira crise, o que há? Será que está todo mundo certo e eu penso errado? Isso me irrita. É como se todo mundo fosse descartável e isso magoa, mas machuca só por ver acontecer a cada hora.
E não é só em relacionamentos conjugais. Onde estão aqueles amigos pra tudo? Que te aguentam mesmo quando se está efusivo e grudento? Eu só tenho 5, em um país de proporções continentais, com contatos em outros lugares pasmem só 5 nunca me deram as costas. Colegas? ihhh nem tenho células pra contar tantos.
Eu realmente não entendo o que há por aqui. Quanto mais aí fora!
PS: eu queria colocar "a serpente do mar" de Gustav Klimt mas não carregou. Amo aquela obra.

05/10/2009

Rio 2016...no país das maravilhas?

Amo o esporte, acho lindas as cores e toda a integração mas nem assim consigo ficar feliz pelas olimpíadas de 2016. É realmente uma bela festa, pena que só se mostra o lado bonito, concordo quanto ao Brasil receber eventos de grande porte mas isso não faz as nossas mazelas desaparecerem.
Me parece contraditório enviar o exército pra outro país enquanto no meu tem gente se matando na rua, Ver gente pagando caro pra esfolar animais e vestir debaixo do ar condicionado EM UM PAÍS TROPICAL enquanto tem gente sem grana pra fazer uma refeição ao dia É BURRICE! Não quero pagar de politizada nem de boazinha, só que sou um ser humano sabe?
Vejo garotinhas com sonhos que parecem minúsculos toda semana e o que me dói mais é que por mais que tente ajudar eu não posso resolver o problema delas, posso no máximo dar acesso ao mínimo de cultura e lazer, talvez dar algum remédio. Agora assumimos uma dívida monstruosa por algo que nem é prioridade e a mídia ainda fica iludindo todo mundo: NÃO SE ENGANEM OS ATLETAS NÃO VÃO MELHORAR DE SITUAÇÃO POR CONTA DAS OLIMPÍADAS, O IDH NÃO VAI SUBIR E SEUS COMPATRIOTAS CONTINUAM A MORRER DE FOME!
O Lula estava feliz ou era culpa? Queria ver o Renato Russo compor algo para a ocasião.
Antes o coliseu, leões e subversivos divertiam a platéia que comia, agora um mundo "falido" cede gentilmente a oportunidade de sediarmos uma olimpíada. QUE HONRA! Sou a favor de educar a platéia primeiro, quando as garotas de minha idade tiverem bons estudos, acesso à algum esporte (pra se divertir), refeições decentes e segurança pra andar nas ruas eu vou ser a primeira a pintar o rosto de verde e amarelo e pegar um vôo pro Rio, mas infelizmente isso não vai acontecer em 6 anos!!! E não é nem um degrau pra que aconteça, somos o país do futebol e não mudou nada...
As portas não vão se abrir pra gente, os presidentes não vão fazer caridade e muito menos a violência vai diminuir definitivamente por causa de 2016, o que estamos comemorando? Alô? o país nem dá comida pra todo mundo, as mulheres nem podem parir em paz porque não tem leito pra todas, tem criança trabalhando como escrava em fazenda, Idoso morrendo em fila de hospital, adolescente se matando e vocês aí pulando? francamente, aonde é que vamos parar?
Não precisa ter lido nada na vida, é só raciocinar!


04/10/2009

Suicídio social...



A partir de amanhã vou postar com menos frequência, agora esse vestibular é vital! morri para a sociedade até dia 20 de dezembro mas vai valer a pena... Mas ballet continua com a corda toda!

Ah quando eu passar no vestibular...

Vou ligar pra todos os meus ex professores de exatas e dizer que passei, que terei um emprego e um salário mesmo com as merdas que ouvi! hahaVou treinar giros nos corredores da UNB sem dar a mínima, vou aprender a andar sem salto, vou parar de ouvir reclamção sobre o vestibular e argumento.

Não vou mais ao cursinho, Vou abraçar minhas amigas até morrer de asfixia, vou tomar coca-cola (eca) Vou comprar um Vaio decente, vou andar de patins até ficar de pernas roxas, Vou colecionar entradas de exposição e teatro (afinal já passei posso ir sem ouvir meleca!). Vou sair só pelo prazer de andar pelas ruas...Vou ficar na net uma noite toda, um dia todo vou ficar na net 3 dias vou nem entrar na net! Vou fazer aula de dança em mais um lugar, vou dizer: "consegui!"


Se eu não passar...(...)...vou ter que fazer curso de direito =( por isso vou fazer um sacrificiozinho e entrar agora! BAISERS!

02/10/2009

Preparações para afins


Ai nada melhor que água quente e muita Rifocina depois de um ensaio. Esfolei meu dedinho e minha unha grudou com gosto no cantinho rs. Faço propaganda mesmo, ainda vão descobrir que tal líquido milagroso é a cura para o câncer úú. Meu único mal de hoje foi ter tomado muito sol, tô com a sensação de que fui atropelada por um rolo compressor e algumas manchinhas voltaram, odeio ter manchinhas.
Fizemos hoje, aula do exame e ensaio vamos dançar a parte do terceiro ato de "O corsário"- a 'valsa' do "jardim animado". É uma cena muito suave, depois postarei a história aqui mas agora não ainda estou muito preocupada com meu exame e com o vestibular que será uma semana depois do espetáculo.
Quanto ao figurino ainda não sei se compro ou se uso da escola...acho que vou apenas usar da escola, enxugar a "máquina" privada é bom (isso pra não dizer que ando meio quebrada) kkkkk . Já tenho um tutu "digno" digamos, com certeza vai ser lindo; estava sonhando com um tutu romântico sabe? coisa infantil! rs mas enfim vai ser uma graça: VAI LÁ ME VER dia 5 de dezembro e corre porque só posso comprar 8 ingressos e 3 já tem donos.
E...sim minha colega passou para o curso de meus sonhos infantis e desistiu! rs

29/09/2009

2 minutos


A garota pensava de cabeça para baixo como sempre fez, Mordia os lábios freneticamente. Ouvia apenas sua respiração dupla e abafada, suas mãos pálidas apertavam os cabelos castanhos umedecidos pela dor com a força de quem busca libertar-se de colunas dóricas. Sentia um cosert apertá-la até que não respirasse o suficiente, tentava levantar-se, talvez assim aquela agonia fosse embora: inútil.

Os olhos estavam confusos no entanto as mãos se mexiam, e denotavam tons roxeados passeavam pela testa pálida e pelos lábios feitos de gotas em vermelho. O suor trouxe um frio, tentava gritar: em vão abria a boca...que remédio? Abraçou-se, encolheu-se "dormiu." (...) não podia mover-se, apenas dormiu.

27/09/2009

Que gênio Louco você é?

Segundo o tal teste: (escolhi as seguintes opções)
1-Se pudesse escolher uma profissão? ATRIZ
2-Traço mais característico da sua personalidade? IDEALISTA
3-Uma ambição? CONQUISTAR O HOMEM DA MINHA VIDA
4-Sou frequentemente chamado de?LOUCA
5-Filme favorito? "RODIN"
6-Frase predileta? "COMO POSSO QUERER QUE MEUS AMIGOS ENTENDAM AS COISAS LOUCAS QUE PASSAM PELA MINHA CABEÇA , SE EU MESMO, NÃO ENTENDO?"
7-uma mania estranha:DOMINAR OS OUTROS.
8-Como imagina sua morte? PARADA CARDÍACA (lógico ou não seria morte dãh)
9-e quanto a relacionamentos? SÃO TODOS IDEALIZADOS.

RESULTADO:
Dalí??? tá né... rs


Faça o teste:

26/09/2009

Contenha-se mocinha! já dizia vovó...



Fui criada assim, vi pessoas agindo assim e faço assim...isso se chama cultura e não genética então podem me tratar normalmente muito obrigada.
Acho um saco ser tratada como um"bichinho de jardim" (Manu que fala isso) ou quando fazem um bilhão de elogios baseando-se em 3 minutinhos de convivência. E por favor parem de tentar adivinhar o que estou pensando? Não te julgo com o olhar, é coisa da sua cabeça. Não sou meiga, não sou cult e nunca disse que era, não sou uma excelente bailarina...ainda nem sou bailarina diga-se de passagem.
Tento ser prestativa pra ver se faço ao menos algo de útil, e não discuto porque acho o cúmulo pisar em alguém que não tenha me feito nada (isso desde criança), Não preciso de um príncipe(só de um súdito kkkk) enfim...não estou procurando ninguém. Não sou forte, sou controlada o que é bem diferente aaahh..e não sou ajuizada não, sou medrosa mesmo.

Então não mude o tom para falar comigo, nem tape meus ouvidos ou suavize suas palavras.
Vamos desmistificar uma coisa: não tenho nada a oferecer.

25/09/2009

Intensidade


Você tem que cantar como se não precisasse de dinheiro, amar como se você nunca fosse se ferir. Você tem que dançar como se ninguém estivesse olhando. Isso tem que vir do coração, se você quer que dê certo.

Susannah Clark


PS:A segunda coisa é praticamente impossível! rs


22/09/2009


Tu es ma came,
Ma toxique, ma volupté suprême,
Mon rendez vous chéri et mon abîme
Tu fais rire au plus doux de mon âme

Tu es ma came
Tu es mon genre de délice, de programme
Je t'aspire, je t'expire et je me pâme
Je t'attends comme on attend la manne

Tu es ma came
J'aime tes yeux, tes cheveux, ton arôme
Viens donc la que je te goûte que je te fume
Tu es mon bel amour, mon anagramme

Tu es ma came
Plus mortelle que l'héroïne afghane
Plus dangereux que la blanche colombienne
Tu es ma solution à mon doux problème

Tu es ma came
A toi tous mes soupirs, mes poèmes
Pour toi toutes mes prières c'est la lune
A toi ma disgrâce et ma fortune

tu es ma came
Quand tu pars c'est l'enfer et ses flamme
toute ma vie, toute ma peau te réclame
on dirait que tu coules dans mes veines

je te veux jusqu'à en vendre l'âme
à tes pieds je dépose mes armes
Tu es ma came
Tu es ma came

hum huum huuumm huum huum...

18/09/2009

Paixão! só pode...e nunca acaba




fim de quem pensa muito é loucura...e não estou defendendo uma idéia ridícula de linearidade na história.

Quanto ao ballet: "vai tudo bem!" aplicada, feliz, descontraída e com muita expectativa...eis aí uma relação sem traição ou desgaste porque há valorização, a rotina só aprimora a paixão e a afinidade. Quanto mais tempo se dança maiores resultados se tem, não sei quanto a quem lê mas meu corpo me reponde bem melhor quando tudo dói...quando amanheço com as pernas, os ossinhos do glúteo doloridos e aquela "ardência" nas costelas...vejo que dei meu máximo e que a próxima vez será ainda melhor. Quando não vou "bem" me sinto incomodada, sinto aquela dor exagerada de perda...sinto vergonha, ballet é pra vida.
Só aprende quem torce o pé, é forte pra ouvir broncas sem desmanchar e se sente honrado por poder aprender com quem aprende...Quem tem vício a ponto de se levantar da cama quando esquece de fazer um exercício e o faz com um sono terrível ou com dores musculares.
Quem assiste ao repertório final não sabe a estrutura que cada bailarino construiu a duras penas durante o ano, pode mensurar mas não entende.
Quem vê os pés e as marcas roxas pensa: ela é doida.