20/11/2010

Pequena reflexão pra você desmembrar, carregar, montar, pendurar.

          Já repararam como tudo se molda ao nosso bel prazer o tempo todo? Um claro exemplo é o final feliz que assistimos na sessão da tarde todo santo trimestre "Barbie em 'O lago dos Cisnes'",  -e se você faz ballet vai assistir até os 40- no final do libreto original russo o casalsinho se afoga no lago, eles morrem, e como tudo se molda ao que queremos ver nós apenas ignoramos tudo aquilo que não "nos diz respeito", queremos que as imagens nos sirvam um banquete de mera experiência, nos tornamos criaturas hedonistas¹ e que negam isso até a morte, e maiores ainda são as nossas demandas, quantas pedras pelo caminho: o concurso que eu não passo, o ônibus lotado que me deixa mais cansada, as milhares de matérias pra estudar, tempo livre é medida drástica e ainda assim ocupado, e diamanche é o dia da preguiça, domingo é TRADICIONALMENTE  o dia da preguiça, e não mais o "dia do senhor" (?)  Ao menos para os viciados em internet.
    

  Façam o que quiserem desse post.


¹HEDONISMO: doutrina moral que considera o prazer a finalidade da vida.

7 comentários:

  1. Ser Epicurista seria um mau necessário? (=

    ResponderEliminar
  2. Não, nós nos tornamos mais hedonistas que epicuristas, mas, fomos empurrados para esse estágio...não posso afirmar se é ou não um mal necessário, cada caso é um caso, mas a simplicidade da vida infelizmente (ou felizmente) não é tão admirada pelos hedonistas...Apesar do epicurismo ser considerado um tipo de hedonismo.

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Sei da diferença dos dois seguimentos filosófico-moral (mesmo que superficialmente), entretanto gostei bastante da forma equilibrada q a resposta foi apresentada. =)

    ResponderEliminar
  5. Um ascetismo judeu não contribuiria para a dinâmica econômica frenética, típica de um delírio incontinente de Lúcifer.. ou Lillith.

    ResponderEliminar
  6. Carlos, faz um favor? pensa antes de digitar??? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk tô brincando, adoro implicar você.

    ResponderEliminar
  7. Eu não estou fazendo propaganda anti-Deus. Só estou fazendo uma brincadeira cínica. Concordo com a necessidade de reflexão ser sempre propagandeada e apóio. Se eu tivesse um amigo deputado, iria propor uma lei contra comerciais de carro no Domingo.. (outra piada, pretensa).

    ResponderEliminar

desabafe mas seja sensato ;D